terça-feira, 28 de setembro de 2010

O fim de uma longa viagem



A ONDA (Organizacion Nacional de Autobuses) é uma empresa uruguaia extinta muito semelhante à antiga Viação Cometa. Alguns carros pareciam os clássicos Dinossauros da empresa brasileira, que também utilizou veículos GM Coach de alumínio nos anos 60-70, como a companhia platina.

No dia 18 de julho de 1955, um ônibus Centella de Prata, prefixo 216, da ONDA caiu no Rio Santa Lucia 5, matando 26 pessoas. Foi a maior tragédia automobilística da história do Uruguai até hoje.

O ônibus foi parar num ferro velho, de onde saiu comprado por Rudy Volarich, um homem que queria apenas um veículo barato para montar um motor home. Porém, ao pegar a documentação, tomou um susto ao descobrir que era o famoso 216, e resolveu restaurá-lo.

E hoje, numa cerimônia de muita emoção para os sobreviventes, ex-funcionários e parentes, o carro chegou a seu destino, Montevidéu, diante do antigo terminal da ONDA, que não existe mais.

A notícia foi dada no Jornal do Carro de hoje.

para quem se interessar e quiser se aprofundar, a história da tragédia em espanhol está aqui e a história do ônibus 216 aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...