segunda-feira, 29 de março de 2010

Obrigado Armando

Armando Nogueira representou muito para a história do jornalismo brasileiro, um homem visionário, um Caxias solitário.

Lutou desbravadamente ao sair do Acre adolescente, para vir na cidade grande, para chegar ao Rio de Janeiro fincar suas garras.

Torceu pro Botafogo, e com seu pensamento único, começou a fazer grandes reportagens com todos os times do mundo inteiro; trabalhou em 14 Copas do Mundo, um feito e tanto.

Depois de estar na Revista Manchete, e O Cruzeiro, Armando foi para o seu maior desafio, a sua faca de dois gumes: a poderosa Rede Globo em 1966.

Provou os louros da genialidade e o "golpe" da mediocridade: Revolucionou o jornalismo na TV, criando um jornal em rede, que é até hoje, o mais respeitado do pais, o Jornal Nacional. Mas ao mesmo tempo o filho se virou contra ele, com a fatídica edição no Debate dos Presidenciaveis do segundo turno em 1989, ali ele viu que não poderia mais se sujeitar aos interesses alheios e saiu da Globo no ano seguinte.

Fez muito sucesso na Bandeirantes nos anos 90 como comentarista esportivo, foi ai que conheci mais Armando, ideias contundentes mas com suavidade extrema.

Admiro o trabalho de Nogueira pelo seu legado, vi hoje vários jornalistas tarimbados de hoje, reverenciando tudo que ele criou para o jornalismo brasileiro.

Obrigado Armando, com certeza a comunicação perde demais com a sua morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...