quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Em defesa dos trólebus

O sindicato dos motoristas de ônibus urbano de São Paulo está neste momento fazendo um abaixo-assinado em frente à Câmara Municipal em defesa do sistema de trólebus da cidade.

Não sei se existe uma ameaça real, pois acabaram de chegar novos veículos na Viação Himalaia (a única operadora do sistema trólebus em São Paulo), como o Busscar Urbanuss da foto abaixo.



O desmanche começou na época da prefeita Marta Suplicy, que de fato desativou a rede aérea em Santo Amaro e no corredor Nove de Julho, e mandou para o desmanche carros Mafersa M-210 e Marcopolo Torino GV que estavam em ótimas condições de uso e dentro do prazo de vida útil, fato que foi lamentado e fotografado pelos busólogos paulistanos. Restou pouco menos da metade das linhas antigas, a maioria na Zona Leste, como o corredor Paes de Barros (a avenida mais linda da cidade) e para a Vila Carrão e a Praça Silvio Romero, no Tatuapé.

Na gestão Marta também foram retirados de circulação os mais antigos ainda em atividade, CMTC-Villares fabricados na década de 60, o que virou notícia nas páginas dos jornais na época.



Na contramão da história, todos esses ônibus foram substituídos por modelos movidos a diesel. Enquanto isso, o Governo do Estado expandia as linhas de trólebus intermunicipais da EMTU, geridas pela Metra, com belos Busscar Urbanuss novinhos.

De fato, a falta de manutenção e as quedas de energia fazem os veículos pararem e atrapalharem o trânsito. Porém, o conforto, o funcionamento silencioso e até mesmo a tradição de um meio de transporte existente desde os anos 50, substituindo os bondes da velha CMTC, fazem os trólebus serem queridos pelos seus usuários.

Se puder, passe no Viaduto Maria Paula e assine o abaixo assinado.

Se puder, pegue um dia no Terminal Parque Dom Pedro II um trólebus da linha Terminal Bandeira (Circular) e desfrute de um verdadeiro tour pelo centro histórico, que vai pela Av. Rangel Pestana, Praça da Sé, Páteo do Colégio, São Bento, Praça da República e Consolação.

Antes que seja tarde.

5 comentários:

  1. Cara, Apoio tambem essa ideia!!!! pois sempre gostei de andar de trolebus por SP. o mal e que muita gente detona com trolebus dizendo que é uma lesma, fica parando no meio da rua pq cairam as alavancas... pra mim quem fala isso no minimo e um idiota que so pensa em si mesmo.

    ah faltou falar da historica 408A/10(Machado de Assis-Cardoso de Almeida).

    ResponderExcluir
  2. É UMA PENA O QUE FIZERAM COM OS TRÓLEIBUS NA CIDADE DE SP. TODO MUNDO OS ADORAVA.

    ResponderExcluir
  3. A prefeitura poderia retomar o projeto de corredor de ônibus da Celso Garcia e melhorar as vias onde passam os tròleibus! São Paulo não prioriza o transporte público, ainda estamos em 1950, com veículos modelo 2010.

    ResponderExcluir
  4. foi um absurdo term tirado os trolebus de santo amaro por causa do meio ambiente e para quem gosta,quando eu tinha 11 anos eu ficava empolgado de ir em santo amaro por causa dos trolebus,eu chorei mares quando eu vi que os tiram de santo amaro.eu defendo duas causas,a primeira e de que restaurem os trolebus antigos e que eles voltem a circular em santo amaro,e a segunda e de que tambem os novos trolebus circulem tambem,e que esse trolebus na foto acima tambem voltem a circular restaurados,desculpem mas eu nao sei o nome dele,santo amaro ficou sem graca sem os trolebus,do mesmo jeito que eu chorei qando os tiraram,quero gritar de alegria quando os mesmos trolebus de antes,voltarem a circular restaurados em santo amaro,e de quando eu tiver a certeza absoluta de que nao os vao tirar novamente de santo amaro,e de sao paulo.ou seja eles ficarem eternamente circulando em sao paulosem aprefeitura os tirarem,eu amooooooooooo os trolebus.

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu sou o Rodrigo, tenho 29 anos e moro no Grajaú; eu tenho certeza que, infelizmente, 7 anos se passaram e os trólebus em geral, que operavam os bairros das zonas norte, sul e oeste, estão cada vez mais parados e até podres nas garagens das empresas. Até hoje a maioria dos trólebus só circulam os bairros das zonas central e leste e nos outros bairros em geral só circulam os ônibus movidos a óleo diesel normal e poluente; a grande parte da população está morrendo vítima de problemas respiratórios e os pulmões estão cheios de fumaça do óleo diesel. Por isso nós preferimos encher os nossos olhos de fios aéreos que se instalam nos postes aéreos do que encher os nossos pulmões de fumaça do óleo diesel que causa as graves doenças nos nossos pulmões, porém, os políticos, os governadores e os prefeitos não estão nem aí com essa providência que está sendo tomada por todas as pessoas devido as questões, as discussões e até as burocracias polêmicas e por isso até hoje esses projetos dos trólebus que circularão os 96 os bairros distritais e periféricos da cidade de São Paulo não saíram do papel. Nós estamos todos indignados com essa situação e queremos que os trólebus voltem a circular os bairros das zonas norte, sul e oeste e, além dos bairros das zonas central e leste, coloquem e implantem os trólebus nas linhas das empresas de ônibus 1 (verde claro), 2 (azul escuro), 3 (amarelo claro), 4 (vermelho claro), 5 (verde escuro) , 6 (azul claro), 7 (vermelho escuro), 8 (laranja) e 9 (cinza) em 96 bairros distritais e periféricos da cidade de São Paulo e também em todos os terminais de ônibus. Vamos todos cobrar dos políticos, dos governadores e dos prefeitos. Se a providência não for tomada com a urgência e nem sair do papel, todos nós ficaremos cada vez mais tristes com essa situação; mas, se ela for tomada com a urgência e sair do papel, aí sim que todos nós ficaremos alegres e gratos.

    ResponderExcluir

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...