terça-feira, 10 de março de 2009

Coisa de americano

Em 1979 estreava nas TVs americanas Os Gatões (The Dukes of Hazzard), uma série jovem de aventura, em que se destacava um brilhante automóvel, um Dodge Charger R/T 1969, cor laranja, com o número 01 pintado na porta e a bandeira dos Confederados no teto. Batizado de General Lee, o carismático representante dos Muscle Cars conquistou legiões de fãs e tornou-se um dos mais famosos da televisão.

O que chamava a atenção eram as espetaculares cenas de perseguições de carro, saltos, batidas e capotagens protagonizadas pelos carros de polícia (geralmente AMC Matador, Dodge Polara ou Dodge Monaco) e, claro, pelo General Lee. Saltos espetaculares, que destruíam completamente os veículos utilizados. Na ficção, porém, não acontecia nada de mais, a não ser pequenos amassados e arranhões que, obviamente, desapareciam de um episódio para o outro.

Anualmente, milhares de admiradores estadunidenses do General Lee e do seriado se reúnem num evento chamado Dukefest, realizado em locais abertos ou mesmo em autódromos. Lá reencontram as estrelas do antigo programa, expõem objetos de coleção, desfilam com suas réplicas do General Lee...



..e fazem algo impressionante e inacreditável: saltam!




Isso mesmo, são realizados saltos com alguns dos Chargers presentes, que pulam numa rampa e são ovacionados durante o vôo. A aterissagem, obviamente, é violenta e os tais "muscle cars" ficam severamente danificados.









Que faceta mais assustadora do evento: destruir o próprio objeto de culto. Parece coisa masoquista, coisa da aranha viúva-negra. Ainda mais horripilante aos entusiastas de carros antigos se se pensar que os modelos Charger R/T de 1969, que são os caracterizados como General Lee foram fabricados em pequeno número e são carros relativamente raros de se encontrar.

Também voam e são destruídos nos eventos carros caracterizados como viaturas policiais do seriado, igualmente raros, como os tais Dodge Polara e AMC Matador já citados nesse texto. E depois de arrebentados, todos se juntam em volta das ferragens com a família e as crianças para tirar fotos de recordação...



É loucura demais para entender ou tentar explicar. Coisa de americano, mesmo.

Um comentário:

  1. americanos com essa crise, só estão colhendo o que plantaram, não dão valor a nada, pois conseguem tudo muito facil e barato, por isso destroem tudo.

    ResponderExcluir

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...