domingo, 31 de agosto de 2008

Postura e jogos olímpicos

Não falamos quase nada de olimpíada por aqui e nem queremos. Não vamos falar mal de atleta, nem desdenhar dos resultados, nessa síndrome de vira-latas que assola o país em época de jogos olímpicos. Isso é desrespeito, não é engraçado nem acrescenta absolutamente nada.

Já demos um cutucão nos patriotas de plantão, no post anterior, e é mais que o suficiente. Haja carapuça!

Vamos falar de olimpíadas e televisão. Retomando um assunto que já tratamos aqui.

É o seguinte: a TV Record passou a perna em todas as concorrentes e adquiriu os direitos do Pan de 2011, da olimpíada de inverno de 2010 e da olimpíada de 2012. E fez o maior escarcéu. Isso todo mundo já sabe.

Todo mundo já ouviu também que a Globo e a Bandeirantes (não gosto do apelido "Band") vão ficar de fora, pois não há interesse da nova emissora oficial em dividir o bolo com ninguém, principalmente com quem tem know how e tradição nesse tipo de transmissão. Possuir os direitos de transmissão e dividir com eles é tiro no pé.

Basta lembrar a Copa de 1998. Globo, Record, Bandeirantes, SBT e Manchete transmitiram jogos. Globo e Bandeirantes lideraram; SBT fez seu papel, assim como a Manchete (que não teve o retorno em audiência e faturamento esperado para o investimento, o que só agravou a crise que fechou a emissora em 1999) e a Record (que precisou subir em telhados e narrar jogos de varandas, pois não tinham autorização para entrar nos estádios).

Que a Record compre o que quiser. É o livre mercado, oras.

Só que quando a Globo possuía os direitos, a Record dizia que era monopólio. Agora, quando ela é quem possui, chama de exclusividade...

Vejo aí um problema de postura.

Curioso, em se tratando de uma empresa controlada por religiosos de doutrina cristã.

2 comentários:

  1. Ma ôe!

    Acertou!

    Levou o prêmio de X milhões de reais!

    Ah, não nos esqueçamos dos pecados da avareza e da soberba...

    É como já dizia aquele velho bordão:

    "Pequenas Igrejas, Grandes Negócios"

    ResponderExcluir
  2. Adoro esse bordão!

    Aliás, quem disse que a postura cirstã tem alguma coisa a ver com desapego aos bens materiais...

    Vai aí outra frase amplamente difundidada - só porque coberta de razão:

    "Cristo não era cirstão, Marx não era marxista, Darwin não era darwinista..." e a coisa continua seguindo a mesma "lógica"!

    ResponderExcluir

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...