domingo, 3 de fevereiro de 2008

Celebridades instantâneas

Carnaval era a época do ano em que pululavam pessoas ávidas por seus quinze minutos de fama; fossem elas modelos (antigamente chamadas de manequins), socialites (antigamente chamadas de "gente da alta sociedade") ou o que o valha. E, se possível, arranjar uma boquinha depois das festas para que os minutinhos de estrelato se tornassem muitos anos de carreira artística.

Na era cibernética, com os Big Brothers e YouTubes da vida, a celebrização instantânea tornou-se muito mais fácil, praticamente algo do tipo "faça você mesmo". Claro que essa mudança de costumes gerou gravíssimas conseqüências, como as gravações clandestinas (o caso Daniela Cicarelli é o mais famoso) e divulgações não-autorizadas (geralmente de sexo, com o chamativo bordão "vacilou, caiu na rede"). Aliás, o sexo sempre chama a atenção do público...

Portanto, não é só quem quer aparecer que hoje em dia consegue seu lugar ao sol com menos sacrifício. Quem sequer pensava em alçar fama e ser reconhecido na padaria e na banca de jornal descobre o estrelato por acaso. É o caso da nutricionista Ruth Lemos, que entrou para a história da internet após a divulgação de sua tragicômica entrevista ao vivo a um jornal local da Rede Globo. Mas quero falar de outro caso, o do jornalista gaúcho Lasier Martins.

Lasier Costa Martins é um jornalista com boa reputação no Rio Grande do Sul. Advogado, radialista, repórter de televisão, cobriu Copas do Mundo e já atacou de comentarista policial, vociferando críticas no estilo "bandido bom é bandido morto". Mas tal currículo não bastou para que fosse conhecido em todo o Brasil. Hoje, mais de um milhão de internautas já viram sua atuação mais famosa.

Durante a cobertura da Festa da Uva de Caxias do Sul pela RBS (Rede Brasil Sul), para o Jornal do Almoço, Lasier era apresentado às diversas variedades da fruta pelas rainhas da festa. Virou-se para o outro lado para mostrar uma vitrine, tocou num cacho de uvas e recebeu uma descarga elétrica de 220V, emitindo um grito de terror e estatelando-se no chão. A imagem voltou para o estúdio e a âncora do JA, sem perder o rebolado, engoliu o susto e chamou o intervalo comercial.

Conta-se que a cena esdrúxula teve sua repercussão na época, entre os gaúchos, e foi gravado pelos funcionários da emissora que foram os que mais se divertiram com a cena. Anos depois, quando o evento bizarro surgiu no YouTube, foi descoberto e alçou o jornalista já veterano à fama. E não tardaram a aparecer outros vídeos, montagens, adição de efeitos visuais para apimentar o choque, reconstituições de fundo de quintal, etc. Foi assim que encontrei o vídeo, após citação no blog SodTV! de Igor C. Barros (http://sodtv.blogspot.com/2007/04/tv-youtube-especial-ordinrio-em.html).

A participação de Lasier Martins no vídeo é cultuada por várias razões, entre elas, as duas famosas frases "estas, mais de mesa" e "aqui do lado, Pederneiras", a primeira ao descrever as variedades de uva, e, a segunda, chamando a atenção do cinegrafista (que se tornou igualmente famoso em razão da sonoridade de seu nome) - frases que soam desconexas e perdem totalmente o sentido após assistir o filme à exaustão; em seguida, destacam-se o grito de terror do repórter ao levar a descarga elétrica, a sua queda, acompanhada pelo desespero de Rainha e Princesas da Uva, e a reação impassível da âncora do Jornal. Enfim, todo o vídeo proporciona comicidade única.

Obviamente, Lasier não gostou da divulgação daquele vexame, já que passou por maus bocados na época: ficou desmaiado, quebrou uma costela e foi parar no hospital... para ele, resta esperar que a onda em torno do vídeo no YouTube acabe, o que deverá demorar bastante tempo, pois a cena não perde a graça. No final da postagem está um link para uma entrevista em que Lasier explica tudo o que aconteceu naquele dia do choque.

O VÍDEO ORIGINAL


O MELÔ DO LASIER - para mim, a melhor "homenagem" já feita


TROPA DE ELITE x LASIER


UMA DAS RECONSTITUIÇÕES DA CENA FEITA POR INTERNAUTAS


Existem muitas outras paródias e versões do choque no YouTube; procurem por "Lasier Martins".

LASIER FALA DO VÍDEO
Aqui o astro das uvas fala pela primeira vez sobre o fatídico evento. Entenda tudo o que aconteceu aqui: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL12790-6174,00.html

DIA 22 DE FEVEREIRO DE 2008: LASIER E AS UVAS, O RETORNO
Uma surpresa para muita gente e já chegou ao YouTube: Lasier Martins voltou ao local do "crime" para mais uma reportagem na Festa da Uva de Caxias do Sul. A cena foi quase um "revival" de seu momento mais marcante, apresentando as variedades de uvas "mais de mesa", desta vez colocadas sobre... uma mesa e não penduradas. No lugar da Rainha da Festa, um especialista em vinhos. Só faltou saber se o cinegrafista era o mesmo Pederneiras de antes.

Mas o que deve ter satisfeito ao público foi o bom humor com o qual o repórter apareceu durante toda a matéria ao vivo. Falou do vexame do choque e disse que veio prevenido: "chega de gozação, pessoal!". A reação dele foi ótima, levando na esportiva inclusive a charge publicada em jornal tratando do episódio das uvas elétricas.

Creio que foi um desfecho divertido e simpático para essa história ao mesmo tempo tão engraçada e tão trágica... mas as piadas não vão acabar, Lasier...


23 DE NOVEMBRO DE 2010

Os telespectadores da RBS elegeram a cena do choque das uvas como o momento mais marcante da história dos 30 anos do Jornal do Almoço. Lasier assistiu pela primeira vez as imagens do acidente e a emissora mostrou cenas dos bastidores do programa na ocasião.

4 comentários:

  1. menino, já tinha visto o vídeo na época do incidente e no começo fiquei sem saber se tinha sido choque, se tinha sido um bicho q tinha saído do meio das uvas...enfim, o importante é q mesmo assim ri horrores =]

    pobre Lasier, conseguiu com um choque o que anos de jornalismo não lhe deram ¬¬

    =*

    ResponderExcluir
  2. "pobre Lasier, conseguiu com um choque o que anos de jornalismo não lhe deram"

    Pois é, Franciane, não tinha pensado desta maneira, e você tem razão. Nós, humanos, somos sádicos e cruéis, afinal, choque nas uvas dos outros é refresco... mas também temos sentimentos.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, nunca tinha visto o vídeo... Engraçado, mas dá dó do cara... E a reconstituição é uma porcaria, um monte de gente querendo aparecer... É normal hoje, mas eu não curto isso, hehe...

    ResponderExcluir
  4. "Quanta coisa boa, por isso que você tá gordinho né?"
    Cara, se eu sou o Raul Costa Jr. (diretor na época), tinha dado um puxão de orelha nele. Isso não se fala, ainda mais na tv.

    ResponderExcluir

Talvez você se interesse por:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...